Relacionamento amorosos podem ocorrer entre duas, três ou mais pessoas. A base dos relacionamentos amorosos são o querer bem e o respeito. O amor, o desejo e a paixão são sentimento presentes e em dosagens vaiadas nos diferentes momentos da relação.

Para compartilharmos nossa vida com alguém é fundamental que sejamos verdadeiros e autênticos, demonstrando exatamente aquilo que somos, o que podemos oferecer e o que esperamos do outro. Assim ninguém anda no escuro, ninguém fica insatisfeito por criar expectativas em segredo e ficar esperando que o outro as realize. A relação se torna um jogo limpo onde as trocas podem ocorrer natural e espontaneamente, sem que haja um excesso de cobranças.

Estar com o outro é somar, é acrescentar. Não é abrir mão da própria vida, dos próprios gostos e se fundir ao outro virando um só. Assim a relação ficaria alienada e desinteressante. Amor próprio é um ingrediente fundamental para que a gente continue sendo interessante aos olhos dos outros.

Estar perto nem sempre é estar junto! Estar fisicamente próximo é diferente estar conectado emocionalmente com o outro. Para isso é preciso dedicar tempo para estar junto, prestando atenção no outro, conversando sobre si, sobre a relação, fazendo planos, cuidando, trocando afeto e nutrindo o amor.

Tenha uma rotina agradável e aproveite pra sair da rotina. Não ponha seu amor em uma forma rígida e cansativa, seja leve!

Minimize as preocupações crie bons momentos, ainda que simples.

Se quiser saber um pouco mais, assista à palestra no vídeo abaixo.